terça-feira, 10 de novembro de 2009

Mineirices

Ando meio invocada com um mineiro, dono de uma lanchonete (meio empório de produtos mineiros) daqui de Floripa. Ele, na tentativa de traduzir um sotaque mineiro, e de indicar que vai mudar de endereço, colocou uma faixa enorme assim:

"IN NOVEMBRO NÓIS TAKI".

Gente! Mineiro nenhum merece isto aí. Ôh! Prestenção rapaz! Capaz que mineiro fala assim... Ôh dó docê! Isto aí não é mineirez nem aqui nem na China!

A Talita, do dona perfeitinha, publicou em setembro, uma cronica do Felipe Braga Neto, sobre o sotaque das mineiras. É uma delícia como ele descreve o jeitinho de falar das mineiras. É daquele jeitinho mesmo. Vale a pena conferir...

Eu, que nem notava que mineiro tinha sotaque, como estou fora de Minas há uns cinco anos, passei a achar bonitinho demais. Ouvir um mineiro falando, virou um acalanto pros meus ouvidos. Quer ver que coisa mais gostosa? A minha netinha, de um ano e meio, que mora lá em João Pinheiro, interior de Minas, e que tá começando a falar, já tem sotaque mineiro! Coisa mais fofa!

E aqui, em Floripa, ter que aguentar um pseudo mineiro, atropelando nossa maneira de falar, confundindo o  mineirez com o caipira, não dá pra aguentar...

Mas, aproveitando que tô falando de mineiros, um dia destes vi no casa.abril.com.br uma matéria sobre uma artesã mineira que ganhou o prêmio TOP 100 do artesanato. A Simone Oliveira , que trabalha com filtro de café usado, elaborou uma luminária e o resultado do trabalho recebeu o primeiro lugar do  prêmio TOP 100. Olha ela aí. Linda, né?




Além de Simone, outros mineiros estão entre os melhores do artesanato do país. Aliás, diga-se de passagem (e nada de bairrismo), o artesanato mineiro é muito bom mesmo.



A artesã Sandra Monteiro e o marido reproduzem fachadas de estabelecimentos comerciais das décadas de 20 a 40 em retalhos de papelão e material reciclado. Olha que lindo!



A cooperativa Futurarte , criada pela Instituição Social Ramacrisna,  reune  26 artesãs da cidade de Betim  que trabalham com materiais achados no lixo: jornais, revistas e garrafas pets. Olha esta bolsa, o trabalho e  o design  bem bacana...



A Oficina Gente de Fibra produz cestos, pratos, e outros objetos de decoração com fibra de bananeira e papel reciclado. Os artesãos são famílias da zona rural de Maria da Fé. Muito legal.




9 comentários:

dollystar disse...

Amo esses trabalhos em reciclagem, vou lá conhecer essa gente!!!!!
beijocas

dona perfeitinha disse...

Oi, Janete,

Sempre te leio, mas tô sem muito tempo pra deixar um oi. Adorei sua citação, fiquei feliz mesmo. E realmente a frase do dono da lanchonete de nada tem a ver com nossa mineirice de ser. Tá mais pra vocabulário internáutico.

Adorei os artesanatos! Lindos!


Outro dia li sua postagem sobre o erro de gramática e achei tão igual a mim. Fico louca quando vejo tempos depois que errei algo. Bate em mim uma vergonha! Mas sei que vou passar por isso ainda muitas vezes, afinal escolhi ser blogueira! A gente vai aprendendo e ensinando, ensinando e aprendendo!
Eu agradeço àqueles que como seu filho me dão um toque quando erro algo.

Beijo grande,
Talita.

DRI disse...

Ai que delicia de blog! Játo te seguindo viu! Vim aqui pra te dizer que to de voltaaaaaa graças a vc pessoa de coração sem tamanhooooooooooo!
Brigadoooooooooooooooooo do fundo do coração viu! Ah e tenha uma otima sorte !
Mas uma coisinha não esquece deuzinha hein! BJS DA DRI TENHA UM OTIMO DIAAAAAAAA

Rita Vieira disse...

Menina...inspirada na Simone que eu comecei a juntar coador de café pra fazer uma luminária...achei umas aqui no Rio (acho que são dela) por mais de R$300,00!!!

E são lindas demais, mesmo!

Quem sabe um dia eu tomo coragem e faço!

Que bom que gostou da campanha dos selinhos...

Quando a gente ganha um selinho (se ele não for feito exclusivamente pra vc pela blogueira, como a Rejane faz) tem que repassar (ou deveria) porque é uma coisa de divulgação e de carinho mesmo (tipo uma corrente)
Mas o chato é quando vem regras: indicar pra 10 blogs...
Como eu comentei num post anterior, num dia eu ganhei 3 selinhos, somando todas as regras, teria que indicar 27 blogs!!!
Eu ia passar o dia inteiro escolhendo os blogs, escrevendo o post e não ia dar pra escrever sobre cada um deles (que acho interessante)...e o post, ia ficar cansativo...ninguém lê! só quem ganha! rsrsr

Assim, quando receber um selinho, escolha VOCÊ pra quem quer dar, pode ser 1 pessoa só, e faça um post legal, fale da pessoa e do blog dela...fica muito mais legal,não acha?

(falei à beça! rsrs)

Beijiiimmm

Casa de Catarina - lelê disse...

Janete,
este lance de sotaque dá pano pra manga... porque se formos ver, quem não tem, não?
Eu não gosto muito do jeito paulista de falar, mas não tem como, nasci assim. Adoro o cantadinho de vocês... rs.
beijos
lelê

Ana, A menina que roubava idéias disse...

Que bom que gosta de sotaque mineiro... O que sua neta está fazendo em João Pinheiro??? Tenho um amigo que morou lá mais já foi embora e um dia fui com meu pai.

Quanto ao quiabo, não sabia que era difícil encontrar ai, mas que fica uma delícia fica. beijos

DRI disse...

Ai que lindo o que vc me escreveu!kkkk
Aquilo que vc leu é minha vidinha hj mas nem sempre foi assim ,já foi de loucura,correria,muito trabalho etc e tal hj as coisas vão melhorando né se encaminhando e desejo do fundo do coração que vc tb realize seus sonhos pois lá vc disse que aquilo era sonho então deixo aqui meus votosss pra vc alcançar todos que vc queira viu!Muitooooo obrigadoooooooo pela visita e carinho lindona!mil bjs da dri!

Tri disse...

Oi Janete,
vim te conhecer e não é que me deparo com um monte de coisa bonita.
Amei as dicas!
beijo beijo
Tri

Susy Alves disse...

Oi Janete, obrigada pela visitinha lá em casa seja sempre bem vinda viu!
Quantos trabalhos lindos!! vou correndo lá olhar...

beijos!!!